marcadorA Ética Animal
-----------------------------------------------------------------
marcadorAção Civil Pública Ambiental com requerimento liminar contra vivissecção.
-----------------------------------------------------------------
marcadorHabeas corpus para os grandes primatas
-----------------------------------------------------------------
marcadorDarwin e a evolução jurídica: habeas corpus para Chimpanzés
-----------------------------------------------------------------
marcadorDireito Animal e Hermenêutica Jurídica da Mudança: Animais como Novos Sujeitos de Direito
-----------------------------------------------------------------
Congresso - Apresentação


BRASÍLIA: PARA ALÉM DO HUMANO

Desde o período monárquico, pensava-se em estabelecer uma capital política nacional como uma forma de aproximar os laços entre as diversas regiões brasileiras. Sob as curvas do Modernismo Tropical de Oscar Niemeyer e planejamento de Lúcio Costa, emergiu no planalto central em dia 21 de abril de 1960: Brasília – terceira capital federal, após Salvador e Rio de Janeiro.

Refúgio de intelectuais, críticos e jornalistas, Brasília tornou-se palco de efetivas mudanças sociais e políticas nacionais, das DIRETAS JÁ aos caras pintadas, das manifestações contra os gastos públicos e contra a PEC 25, que retirava os poderes investigatórios do Ministério Público.

Este cenário “faroeste caboclo” vem sendo desenhado ao decorrer dos anos por cidadãos que buscam a partir de  novos ideais, transformar a paisagem brasileira e possibilitar a inserção de novos direitos para novos atores sociais.

Esta tem sido à missão de pessoas como Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Joaquim Barbosa, Renato Russo, Carlos Ayres Britto, dentre outros que corroboram com uma evolução cultural do povo brasileiro.  
 
Nesse sentido, Brasília vai marcar, simbolicamente, o avanço em direção a uma nova geração de direitos fundamentais que ultrapassa a própria humanidade: o pós-humanismo.

O pontapé inicial será dado durante o IV World Conference on Bioethics and Animal Rights (IV Congresso Mundial de Bioética e Direitos dos Animais), arena que vai oportunizar a discussão sobre os desafios e perspectivas desses novos tempos, através de um processo educativo alinhado com uma nova política cultural pós-humanista. 

É o momento de ultrapassar a esfera do pensamento e avançar para uma efetiva ação política. Pós-humanismo: desafios e perspectivas é o refrão a ser entoado durante os dias 27 a 30 de Agosto em solo candango, onde professores, estudantes, cientistas, intelectuais e ativistas políticos de vários continentes estarão reunidos no Centro Universitário da Universidade do Distrito Federal.
 
Sejam todos bem-vindos, pois faremos de Brasília a capital mundial do Pós-humanismo.


BRASILIA AND THE POSTHUMANISM

Since the monarchic period, it was thought to establish a national political capital as a way to bring together the links between the various Brazilian regions. Under the curves of Tropical Modernism of Oscar Niemeyer and Lúcio Costa’s planning emerged, in the central plateau on day 21 of April of 1960: Brasília - third Brazilian capital, after Salvador and Rio de Janeiro.

Haven for intellectuals, critics and journalists, Brasília became the stage for effective social changes and national policies, from the Direct (Elections) Now movement to painted faces, the demonstrations against government spending and against the amendment PEC 25, which removed the investigative powers of the prosecution.


This "Western Caboclo" scenario has been designed along the years by citizens seeking from new ideals, to transform the Brazilian landscape and enable the insertion of new rights for new social actors.


This has been the mission of people like Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Renato Russo and others that corroborate a Brazilian cultural evolution. Now, Brasília will mark, symbolically, the advance towards a new generation of fundamental rights: the post-humanists rights.


The kickoff will be given during the IV World Conference on Bioethics and Animal Rights, arena that will nurture the discussion on challenges and prospects of these new times, through an educational process aligned with a new post-humanist cultural policy.


It is time to go beyond the sphere of traditional thought and move forward to an effective political action. “Post-humanism: challenges and prospects” is the chorus to be sung during days 27 to 30 of August in Brasília, where professors, lawyers, students, scientists, intellectuals, politicians and activists from several continents will gather at the University Center at the University of the Federal District (UDF).


All of you are welcome, for we will make Brasília the world capital of post-humanism.


Tagore Trajano de Almeida Silva
Coordenador Geral - Instituto Abolicionista pelos Animais
Heron Santanta Gordilho

Coordenador Geral do Evento/UFBA
Anderson Furlan
Coordenador Acadêmico do Evento


Comissão Organizadora

 TAXA DE INSCRIÇÃO
 VALOR FORMA DE PAGAMENTO
 Estudantes de Graduação
 R$ 100,00
 Estudantes de Pós-graduação
 R$ 150,00
 Profissionais R$ 200,00

Rua Prof. João Mendonça, Nº 52, Bairro Ondina, CEP 40.170.055, Salvador, Bahia, Brasil Todos os Direitos Reservados à IAA

Desenvolvido por Pinet Web Solutions